dom
12 nov
2017

Trilha Ausangate e Vinicunca (dia 2): o lodge mais alto do mundo

Postado por Nathalia Gajo - 0 Comentários

Após um curto e agradável dia de aclimatação e uma ótima noite de descanso, acordamos às 06:00 a.m., tomamos aquele café da manhã e nos preparamos para o nosso primeiro longo dia de caminhada, seriam 11km! Essa trilha nos levaria ao lodge mais alto do mundo, localizado a 4.850 m de altitude. E só para constar, durante todos os dias fomos abençoados com lindos nasceres e pores do sol!

 

Antes de mais nada, não deixe de nos seguir no Instagram @guiamundoafora
Você também pode procurar pela Tag #GMAnoPeru 

 

nascer do sol no Peru

Imagina acordar com essa vista!

 

a cultura local

Mas antes de partirmos para mais um dia rumo ao lodge mais alto do mundo, tivemos uma pequena apresentação de como as mulheres da comunidade preparam a lã, tingem e fazem os tecidos. Nesse momento é possível comprar algumas peças, como cachecóis, gorros, luvas e casacos de alpaca.

 

artesanato

 

a equipe andean lodge

Antes de irmos para o que interessa, uma observação importante! Essa é parte da equipe do Adean Lodge, a empresa que fizemos nossa expedição de 5 dias ao Ausangate.E só temos elogios para essa turma! Todos muito atenciosos, solícitos, dedicados e empenhados em fazer tudo da melhor maneira possível para o nosso conforto. Galera nota mil!

Durante a trilha, somos acompanhados por três guias, três muleteiros e três cozinheiros. Já no briefing, que é feito no hotel, eles nos dão uma bolsa verde bem grande, com uma sacola plástica dentro, para guardarmos nossos pertences, que são levados pelas mulas e lhamas.

 

equipe andean lodge

 

a trilha

A montanha Ausangate, com 6.384 m de altitude, é a quarta maior montanha do Peru e a maior da região sul. Os peruanos acreditam que cada montanha é um espírito, o Apu. Como o Apu Ausangate, que é um dos mais fortes e importantes na região. Seu nome em quéchua significa “cobre”.

 

apu ausangate

 

A primeira parte do trekking até o lodge mais alto do mundo durou 4 horas, com algumas subidas leves até a parada para o almoço, que sempre segue aquela mesma linha: leve e saudável. A trilha é bem plana na maior parte do tempo, o solo não é tão irregular nem escorregadio e o frio é leve, pois o sol esquenta bastante e em altitude o danado queima mais ainda! É impressionante como vamos nos despindo ao longo da trilha. rs

 

inicio da trilha

 

Durante as caminhadas, levávamos conosco apenas uma mochila pequena, com equipamentos fotográficos, água (que podíamos abastecer nos pontos de parada e no almoço), lanches e materiais para higiene pessoal. Bastões de caminhada também podem ser uma boa ideia para trekkings longos como esse. Lembrem-se: quanto mais leve você estiver, melhor!

 

trilha inicio

 

Lembrando que se você fizer sua reserva através dos links parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, E VOCÊ NÃO PAGA MAIS POR ISSO, mas super me ajuda a continuar postando conteúdo GRÁTIS!

 

ausangate

 

Após completarmos 2/3 da caminhada, por volta de 12:00 p.m., chegamos em uma casinha da comunidade onde paramos cerca de 1 hora para o almoço, repleto de legumes, vegetais, proteínas e gorduras boas, pois o ideal na montanha é comermos alimentos leves.

No local havia um banheiro bem rudimentar e água com sabão. Após a refeição, os guias sempre nos dão um tempinho para descansarmos antes de seguir viagem.

 

trilha

 

Após o rango, abastecemos nossas garrafinhas e seguimos rumo a parte final da trilha, que apesar de ser bem perto do 2° lodge, tinha uma subida chatinha, os ventos estavam congelantes, o solo era mais inclinado, irregular e cheio de pedras. Estava bem escorregadio, e levamos mais uma hora até o lodge mais alto do mundo.

 

Uma das vantagens de termos 3 guias, é que como o meu ritmo e o da Thais era mais rápido que o dos demais, nos separamos do grupo e seguimos com um guia. E, acredite, isso faz muita diferença!

 

guia trilha

 

Chegando no lodge, resolvi esticar a trilha e conhecer as lagunas de dois glaciares que ficam bem do ladinho do lodge. A subida, apesar de curta, não é das mais fáceis. São muitas pedras, muito escorregadio e um frio de doer. Levamos cerca de 10 minutos até a parte mais alta. Como o sol já estava escondido no horizonte e havia algumas nuvens, as lagunas não estavam com suas cores tão radiantes, mas valeu a pena pois o lugar é lindo!

 

lagunas

 

o lodge

Esse é o visual de Machuraccay Tambo a 4.850 m de altitude, o lodge mais alto do mundo visto lá de cima da trilha para as lagunas. Esse lodge é o mais próximo a Ausangate, sendo base de muitos aventureiros que querem escalar a montanha.

 

lodge mais alto do mundo machuraccay tambo

 

Como sempre, fomos muito bem recebidos pela equipe e, dessa vez, com pastéis fritos na hora e bebidas quentinhas. Se fui mochileira raiz, não me lembro! rs

Como vocês já devem ter reparado, os cômodos são todos padronizados. A qualidade das suítes é a mesma em todos os lodges!

 

quarto no lodge mais alto do mundo

 

O banheiro é bem simples mas é espaçoso e tem tudo que é necessário para um bom banho após um longo dia de caminhada. Em todos os banheiros é possível tomar banho com água quente!

 

banheiro lodge

 

Essa noite foi a pior para dormir, tanto pra mim quanto pra Thais. Ficamos acordadas grande parte da noite e nos sentimos bem mal. Afinal, dormir a 4.850 m de altitude não é fácil! Mas estávamos nos alimentando bem, bebendo bastante água e a Thais tinha levado alguns remédios coringa, para enjoo e dor de cabeça, por exemplo. Então, sobrevivemos!

 

Os guias também levam caixa de primeiro socorros, com vários remédios para os hóspedes, principalmente os que costumam ser utilizados em alta montanha como o Diamox, que eu tomei e me ajudou bastante!

 

 

Acompanhem os 5 dias da Trilha Ausangate nesses posts:

 

LEIA MAIS

Faça suas reservas aqui pelo blog

Cada vez que você reserva algo por algum link aqui do blog, recebemos uma pequena comissão que nos ajuda continuar a atualizar o conteúdo. E você, leitor, não paga nada a mais por isso! Então reserva, vai? :)

Compartilhe

Se gostou das dicas,
receba gratuitamente por email!

Tags:  , , , , , , , , ,
Nathalia Gajo

Sou Nathalia Carvalho, tenho 25 anos e uma mochila cheia de sonhos. Moro na Floresta Amazônica, sou casada e tenho um filho dog chamado Jack Sparrow. Sou completamente apaixonada pela vida e busco sempre estar em contato constante com a natureza. Me descobri viajando. Não sei onde estarei amanhã, mas hoje sei que estou no caminho certo. Namaste!

Deixe seu comentário

0 Comentários:

Conta aí o que você acha! :)