qui
28 dez
2017

Huaraz no Peru: dicas, o que fazer, como chegar, quando ir e mais!

Postado por Thaís Towersey - 6 Comentários

Vocês ficaram apaixonados pela Laguna 69 e outras fotos que postei da região de Huaraz no Peru, mais precisamente na Cordilheira Branca, e me perguntaram muito sobre como organizar uma viagem pra esse paraíso! Por isso vou juntar aqui um guiazinho resumido, que vai te ajudar a entender a dinâmica do lugar e planejar tudo agora!

 

Não deixe de nos seguir no Instagram @guiamundoafora e procurar pela Tag
#GMAnoPeru para ver mais fotos!

 

 

Huaraz no Peru

Lagos Llanganuco

 

sobre Huaraz e a Cordilheira Branca

Huaraz no Peru é uma cidadezinha que ficou famosa por ser a maior base de exploração de trilhas lindas como a Laguna 69, Lagos Llanganuco e Laguna Churup, que ficam especificamente dentro do Parque Nacional de Huascarán!

 

A localização exata do parque está na chamada Cordilheira Branca, mas acabou que se convencionando dizer que você “vai viajar pra Huaraz”, igual quando dizemos que vamos pra Disney e não Orlando, sabe? rs

A Cordilheira Branca é o paraíso dos viajantes que buscam paisagens naturais, trekkings e montanhas incríveis, ainda tão pouco exploradas por nós brasileiros! A bicha simplesmente é a cordilheira tropical mais alta do mundo e Patrimônio Natural da Unesco desde 1985!

 

Llanganuco Lakes

Olha esse lugar, gente!

 

Por ter mais estrutura na parte hoteleira e por ser o local onde a maior parte das agências se encontram, a cidade de Huaraz no Peru se tornou o ponto de saída para os trekkings, apesar da cidade de Yungay ser a mais próxima de verdade no Parque de Huascarán.

Infelizmente há anos atrás aconteceu uma avalanche que detonou a cidadezinha de Yungay, acabando com o turismo local. É uma pena, porque forçou todos os turistas a dormirem mais distante dos trekkings…

 

como chegar em huaraz

A melhor forma de chegar em Huaraz no Peru é de ônibus! Peguei um busão saindo de Lima que demora mais ou menos umas 8 horas de viagem, já que são 400km de estrada. Minha passagem custou $125 Soles por trecho, já que comprei o melhor assento de todos no ônibus noturno (que deitava 180º), mas os preços podem sair na faixa de $40 Soles para poltrona convencional.

 

Existe avião como opção, mas as passagens custam caro e não da pra levar bagagem quase nenhuma, o que me fez desistir na hora! Contei com detalhes como foi minha viagem e dicas para comprar a passagem nesse texto aqui.

 

 

Lembrando que se você fizer sua reserva através dos links parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, E VOCÊ NÃO PAGA MAIS POR ISSO, mas super me ajuda a continuar postando conteúdo GRÁTIS!

 

 

o que fazer

Aguns dos trekkings mais lindos do Peru se encontram na Cordilheira Branca! A maior parte exige esforço físico moderado, mas nada que uma pessoa com saúde não consiga fazer! Vou citar aqui alguns que fiz (com links dos posts específicos) e outros que já estão na minha lisitinha pra próxima 😍

 

o que fazer em Huaraz no Peru

 

  • Lagos Llanganuco: 3.900 m de altitude
  • Laguna 69: 4.650m de altitude – Leia tudo sobre aqui
  • Ice of Huandoy: 4.000 m de altitude – Leia tudo sobre aqui
  • Laguna Churup: 4.450 m de altitude
  • Laguna Parón: 4.155m de altitude
  • Trekking Santa Cruz: 4.200 m de altitude, 3 dias de caminhada

 

quando ir e quantos dias ficar

A melhor época do ano para visitar Huaraz no Peru e a Codilheira Branca é entre Abril e Setembro, quando o clima é mais estável e época das secas. De Outubro em diante você pode correr riscos de chuva, assim como em Machu Picchu, mas que não é impossível de se visitar, não.

 

Eu separei 5 dias em Agosto de 2017 para visitar Huaraz e fazer os principais trekkings, que foram Ice of Huandoy, Lagos Llanganuco, Laguna 69 e Laguna Churup, tirando um dia de descanso. Ou seja, da pra fazer em 4 dias, ou no mínimo 3, se você cortar alguma coisa, mas achei essa quantidade a ideal para conseguir aproveitar bem as trilhas sem morrer de exaustão.

Mas se quiser explorar a fundo a região, como vocês viram acima, o que não faltam são opções. Da pra passar facilmente 1 semana caminhando por lá se sua vibe for aventureira 😁

 

DICA: Vale lembrar que você estará fazendo passeios em altitude e é necessário aclimatar o corpo. Se já tiver passado por Machu Picchu e Cusco antes, você estará preparado para subir um pouco mais e encarar essas altitudes, se não, separe mais dias para não passar mal!

 

++ Leia sobre Altitude no Peru e os efeitos no corpo

 

Onde se hospedar

Bem, o “problema” de se hospedar em Huaraz no Peru é que a cidade não fica perto dos trekkings. Para chegar na Laguna 69, por exemplo, são 3 horas só de estrada para cada trecho! Ou seja, se já não bastasse todo o esforço das caminhadas em altitude, você toma aí nas costas mais 6 horas de estrada para completar seu dia…

 

O MEU HOTEL

Eu me hospedei no hotel Llanganuco Lodges, que é o único Lodge que fica exatamente dentro do Parque Nacional de Huascarán. Gente, a localização facilitou demaaaaais nossa vida para as caminhadas, algumas não precisamos nem de transporte, e nenhuma usamos guia. Fizemos tudo por conta!

Vou contar mais detalhes sobre o hotel em outro post, mas quero deixar aqui algumas fotos pra você já se animar (e procurar logo sua reserva, pois eles são pequenos e lotam rápido!)

 

Llanganuco Lodge

Llanganuco Lodge, meu hotel base para os trekkings!

 

Llanganuco Lodge

Vista da varanda do meu quarto no Llanganuco Lodge

 

DESCONTO PARA VOCÊ NO LODGE

Consegui um desconto de 15%na hospedagempor ser meu leitor colocando o código THAISBRA, se fizerem a reserva direto pelo site deles aqui.Vocês vão amar! ❤️

 

 

EM HUARAZ

Quando cheguei em Huaraz estava passando bem mal, e acabei ficando 1 noite na cidade, no hotel El Tumi. É um hotel simples, limpo e bem localizado. Adorei o atendimento, a equipe era muuuuito prestativa e o restaurante do hotel baratinho também. Aprovado!

Outras opções que parecem boas e ainda mais em conta são o hotel Al Kilpo e o hostel Campo Base, para quem está mochilando.

Não posso também deixar de dar a dica do Hotel Cuesta Serena, para quem quiser se isolar uns dias ou passar um fim de semana romântico de frente pras montanhas. Passamos um dia por lá e ficamos apaixonados, olha só:

 

Hotel Cuesta Serena Huaraz no Peru

Hotel Cuesta Serena, perfeito pra se conectar com a natureza

 

Agora ficou mais fácil de organizar sua viagem, né? Se ainda ficaram dúvidas, manda ver nos comentários que te ajudo com o roteiro 🙂

 

 

LEIA MAIS

 

Faça suas reservas aqui pelo blog

Cada vez que você reserva algo por algum link aqui do blog, recebemos uma pequena comissão que nos ajuda continuar a atualizar o conteúdo. E você, leitor, não paga nada a mais por isso! Então reserva, vai? :)

Compartilhe

Se gostou das dicas,
receba gratuitamente por email!

Tags:  
Thaís Towersey
29 anos, "mãe" orgulhosa de dois gatos e um tanto desequilibrada (veja no Stories!) Trocou as paisagens cariocas pela vida agitada de São Paulo, que hoje ama como sua cidade natal. Apaixonada por viagens e gastronomia, está sempre procurando novos destinos para explorar e mostrar a vocês! Ache-a no Google + e no Instagram.
Deixe seu comentário

6 Comentários:

  1. RICARDO18/01/2018

    Boa tarde Thais, tudo bem?
    gostaria de deixar uma recomendação para as pessoas que vão viajar ao Peru.
    Que roupa se recomenda levar para o Peru?
    É aconselhável levar roupa de frio em qualquer época do ano e principalmente em inverno, devido à presença da cordilheira dos Andes e a altitude a temperatura muda bruscamente, por isso é aconselhável estar preparado com roupas de frio e calor, como calças, camisetas, casacos, sapatos confortáveis e folgados, protetor solar, chapéu, boné, óculos de sol e capa de chuva para a época de chuvas (novembro até março).
    espero ajude alguém .

    Responder
    • Thaís Towersey18/01/2018

      Oi, Ricardo, ótima dica!! Vou fazer ainda um post sobre roupas mesmo, é um tópico muito importante!
      Beijão

      Responder
  2. Murilo Pagani17/01/2018

    Tô doido pra colocar estas dicas em prática!!!

    Este ano devo fazer um repeteco pelo Peru, e sem dúvida esta região estará no roteiro!
    Já até comecei a dar um up no condicionamento físico pra conseguir fazer todas estas trilhas! hahaha

    Ótimas dicas!
    E as fotos estão incríveis!

    Abraço

    Responder
    • Thaís Towersey18/01/2018

      hahaha faz bem dar o up.. to no trabalho agora pra Patagônia! rs

      To doida pra voltar pro Peru também, lugar lindo demais!

      Valeu pela visita, Murilo 🙂

      Beijos

      Responder
  3. Gabriella Mazzei28/12/2017

    Olá, boa tarde!

    Eu e meu namorado estamos programando uma viagem para o Peru em Julho.

    Temos 10 dias e queremos fazer vários lugares. Pelo que vi nos seus post’s, você fez quase tudo de ônibus né? E as distâncias são grandes.

    Você acha viável alugar carro (considerando segurança e tempo)?

    Obrigada.

    Gabi Mazzei

    Responder
    • Thaís Towersey28/12/2017

      Oi Gabriella,
      que banaca, foi a mesa época que viajei! Fecha tudo com antecedência porque é alta temporada!
      Então, sô fiz de ônibus esse trecho Lima – Huaraz – Lima. Para Machu Picchu fui de trem (leia aqui) e de Cusco pra Lima de avião!
      Eu nem cogitei em alugar um carro porque não queria perder tempo e me cansanod dirigindo.. mas parece que é de boa, viu?
      Mas com 10 dias de viagem, eu não perderia tempo me deslocando de carro não.. pegaria voos ou ônibus noturno, como fiz para Huaraz, assim você “economiza” tempo e dinheiro 🙂

      Beijo grande boa viagem!

      Responder

Conta aí o que você acha! :)