sex
16 nov
2018

Cerro San Cristóbal: ande de funicular em Santiago do Chile

Postado por Thaís Towersey - 1 Comentário

Em Santiago do Chile há muito o que fazer, mas um dos meus programas favoritos é ir ao Cerro San Cristóbal para ver a cidade do alto e a Cordilheira dos Andes ao fundo. É um passeio que não pode ficar fora do roteiro pela capital chilena. O topo da formação tem vistas incríveis e o trajeto até lá, de funicular ou teleférico, é uma atração por si só. A seguir, um beabá para curtir o monte que fica no bairro de Bellavista sem passar perrengue.

++ Leia como montar sua viagem para Santiago por conta própria
++ Veja se precisa de seguro viagem para o Chile

 

O que é o Cerro San Cristóbal

O Cerro San Cristóbal é uma montanha de 880 m acima do nível do mar que faz parte do Parque Metropolitano de Santiago. Pela sua localização estratégica, lá do alto podemos ver toda a extensão do parque e a cidade de Santiago aos seus pés.

As opções mais populares para subir até o topo do Cerro San Cristóbal são a bordo do funicular (espécie de trenzinho) ou teleférico, que reabriu recentemente. Os trajetos são rápidos, levam poucos minutos e não exigem muito esforço físico. Já para os mais aventureiros há ainda uma terceira opção: encarar as trilhas em meio a área verde preservada para chegar lá em cima.

 

cerro-san-cristobal-min-780x624 Cerro San Cristóbal: ande de funicular em Santiago do Chile

Vista do lindo Cerro San Cristóbal

Como chegar

O acesso até o Cerro San Cristóbal é bem simples. Você pode usar o transporte público da região e descer na estação de metrô Baquedano. Depois, basta seguir pela Rua Pio Nono e logo vai ver a área de embarque do funicular. Se quiser subir de teleférico, saia na estação de metrô Los Leones e caminhade cerca de 1km até a Av. El Cerro.

 

Subindo de funicular

Vamos falar primeiro do funicular que leva os turistas ao alto do morro pelos trilhos. A viagem dura cerca de 10 minutos, mas já é suficiente para tirar algumas dezenas de fotos das árvores que emolduram o cenário e a cidade que fica cada vez menor ao fundo. 

Há apenas uma parada no caminho, para quem quer vai visitar o zoológico do parque, mas é opcional. Se não quiser, basta permanecer a bordo do funicular para chegar ao cumbre, o topo do Cerro San Cristóbal.

funicular-cerro-san-cristobal-min-780x438 Cerro San Cristóbal: ande de funicular em Santiago do Chile

Olha a vista da subida de funicular 😀

Subindo de teleférico

Já o teleférico é um velho conhecido da paisagem do Cerro San Cristóbal, mas foi reformado e reaberto recentemente. A principal diferença do trajeto no funicular é que, no teleférico, o passeio já começa praticamente do alto. O teleférico vai permeando o topo das árvores, pois é controlado por uma fiação mantida acima dos carrinhos. Você vai sentado, numa cabine fechada para até seis pessoas, rodeado por paredes de vidro para observar tudinho.

O caminho todo cobre mais de 2 kms e dura cerca de 15 min. No total, existem três estações no teleférico.  A principal é a Cumbre, próxima ao cume do Cerro San Cristóbal; em seguida, vem a Estação Tupahue, perto da piscina pública do Parque Metropolitano; e a Estação Oasis, próxima ao acesso pela rua Pedro de Valdivia Norte, em Providencia.

 

cerro-san-cristobal-teleferico-min-780x438 Cerro San Cristóbal: ande de funicular em Santiago do Chile

O tempo passa rapidinho enquanto a gente observa Santiago

 

++ Saiba qual é a melhor época para visitar Santiago 

O que fazer no topo do Cerro San Cristóbal

Ufa! Depois de desembarcar do funicular ou do teleférico no topo do Cerro San Cristóbal, é hora de observar sem pressa a vista mais bonita de Santiago. Se o dia estiver bom, é bem possível que veja a Cordilheira dos Andes ao fundo do skyline da capital chilena.

O local é basicamente uma grande praça, com pontos de observação, barraquinhas de souvenires e bebidas. É uma boa hora para provar o famoso refresco chileno Mote com Huesillos, feito de trigo e pêssegos.

Há ainda o Santuário da Imaculada Conceição, com uma estátua de uns 20 metros da Virgem Maria, um anfiteatro e uma capela.

 

cumbre-cerro-san-cristobal-min-780x585 Cerro San Cristóbal: ande de funicular em Santiago do Chile

Estevam, o imenso, faz stories até no Santuário

Preços e Horário de funcionamento

FUNICULAR | Abre todos os dias. De terça a domingo das 10h às 18h45 (inverno) ou 19h45 (verão). Já às segundas abre a partir das 13h (verão). De segunda a sexta, o trajeto até o topo sai $1.500 pesos chilenos e a ida e volta custa $2.000 pesos chilenos. Aos finais de semana, os preços são $1.950 e $2.600, respectivamente.

TELEFÉRICO |  De terça a domingo, das 10h até 18h45 (inverno) ou até 19h45 (verão). De terça a sexta, o trecho custa $1.310 pesos chilenos, já ida e volta sai por $2.510 pesos chilenos. Aos sábados e domingos os valores vão para $1.570 e $3.010 pesos chilenos, respectivamente.

*Os valores para subir o Cerro de funicular ou teleférico são referentes a novembro de 2018.

 

Vá ao Cerro Santa Lúcia e outras atrações em Santiago

Para complementar seu dia, que tal esticar até o Cerro Santa Lúcia? Ele fica a uns 20 min de carro desde a estação de embarque do funicular. Ele está a 629 m de altura e também oferece uma visão 360º de Santiago, além de contar com uma bela construção no topo e muitas áreas verdes.

Outra opção de passeio, bem pertinho do Cerro San Cristóbal, é o museu do Pablo Neruda. Conhecido como La Chascona, a propriedade é uma das três casas icônicas do poeta no Chile. O local nasceu como um refúgio para o artista viver sua relação amorosa com Matilde Urrutía até que, anos depois, ele fosse viver oficialmente com ela. A casa guarda uma série de objetos pessoais de Neruda, desde obras de arte a peças de decoração pra lá de inusitadas.

 

++ Explore também Viña del Mar e Valparaíso, pertinho de Santiago

Dicas finais para curtir o Cerro San Cristóbal em Santiago do Chile

Já está tudo bem explicadinho, mas se ainda assim você está na dúvida se vai de teleférico ou funicular, saiba que não precisa escolher. Dá pra fazer o trajeto de ida com um e a volta com outro. Outra dica é levar um casaquinho se for friorenta como eu, pois lá costuma ventar bastante.

Por último e não menos importante, não dá para ficar sem internet para checar trajetos, postar no Instagram e chamar um Uber, por exemplo. Por isso vale a pena comprar um chip e sair conectado desde o aeroporto. Eu já cheguei com meu chip ilimitado da EasySim4u que sempre uso nas viagens. Lembrando que leitores do blog podem comprar o chip com frete grátis!

 

 

Ficou alguma dúvida de como subir no Cerro San Cristóbal?
Conta aí nos comentários que te ajudo 🙂

 

 

LEIA MAIS

Faça suas reservas aqui pelo blog

Cada vez que você reserva algo por algum link aqui do blog, recebemos uma pequena comissão que nos ajuda continuar a atualizar o conteúdo. E você, leitor, não paga nada a mais por isso! Então reserva, vai? :)

Compartilhe

Se gostou das dicas,
receba gratuitamente por email!

Tags:  , , , , , , , ,
Thaís Towersey
29 anos, "mãe" orgulhosa de dois gatos e um tanto desequilibrada (veja no Stories!) Trocou as paisagens cariocas pela vida agitada de São Paulo, que hoje ama como sua cidade natal. Apaixonada por viagens e gastronomia, está sempre procurando novos destinos para explorar e mostrar a vocês! Ache-a no Google + e no Instagram.
Deixe seu comentário

1 Comentário:

  1. Rafaella13/12/2018

    Thaís lindona, vc sabe se aos finais de semana costuma ter muita fila pra pegar o teleférico? Estarei em Santiago numa conexão, ainda que um pouco demorada, mas fico pensando se não corro o risco de perder muito tempo na fila. Irei num sábado. Beijos!

    Responder

Conta aí o que você acha! :)