qui
30 nov
2017

Da pra fazer bate e volta para Machu Picchu?

Postado por Thaís Towersey - 0 Comentários

Eu sei que os dias são corridos e às vezes a gente não tem tantas férias disponíveis e, sim, queremos conhecer o mundo! Por isso muita gente considera fazer bate e volta para Machu Picchu, para economizar tempo (e dinheiro!). Afinal de contas, da pra fazer? A resposta é sim! Se eu recomendo, aí já são outros 500… hahaha

 

Antes de mais nada, não deixe de nos seguir no Instagram @guiamundoafora
Você também pode procurar pela Tag #GMAnoPeru 

 

Para entender melhor como se chega em Machu Picchu, eu contei em detalhes nesse texto aqui o passo a passo, que você não pode deixar de ler. Sabendo disso, a melhor forma de organizar seu bate e volta para Machu Picchu seria pegando os primeiros trens até Águas Calientes, entrar no segundo turno de visitação (de 12:00 às 17:30) e depois pegar os últimos trens de volta a Cusco.

 

bate e volta para Machu Picchu no Peru

 

 

E porque eu não recomendo isso, gente?

 

É cansativo demais!

Primeiro (e principal ponto) porque é hiper cansativo! Vamos ver em horários como seria seu dia:

 

  • Pegar o trem saindo de Poroy às 5:55 com a Inca Rail ou às 6:40 com a Peru Rail;
  • Você vai estar chegando em Águas Calientes entre 9:00 e 10:00;
  • O ideal seria comer alguma coisa na cidade, porque seu dia vai ser puxado!;
  • Pegar o ônibus para subir até Machu Picchu, que demora 30 minutos (mais o tempo de espera do ônibus, que essa hora não deve ser quase nada);
  • Entrar em Machu Picchu no segundo turno, que começa às 12:00;
  • Explorar a cidade até 17:30, o horário que fecha, ou até quando você achar necessário;
  • Pegar o ônibus de volta até a cidade de Águas Calientes (pode haver espera, pegamos 2 h de fila);
  • Pegar o trem de volta para Cusco (o último sai às 21:50, mas chega em Ollantaytambo (precisa de mais 2h de van até Cusco).

 

Sentiu o drama? Para fazer um bate e volta para Machu Picchu seu dia será literalmente uma maratona de transportes e correria, porque você não pode perder seu trem, mas também quer explorar ao máximo as ruínas Incas e fazer muitas fotos. Machu Picchu fica longe de Cusco, sendo quase 4 horas de trem até Águas Calientes + o tempo de ônibus… por isso é tão complicado.

 

trem para Machu Picchu Vistadome

O trem VistaDome da Peru Rail

 

Dependendo da temporada que você viajar, há filas tanto para subir quanto para descer de ônibus, e a gente não tem como controlar esse tempo, infelizmente. Leia mais sobre o ônibus e as filas aqui. Eu ia ficar tensa a todo o momento com medo de não dar tempo de fazer tudo o que quero…

Fora que você vai andar bastante dentro das ruínas, vai subir muita escada, e vai estar cansado da altitude, não podemos desconsiderar isso.

 

++ Leia sobre o trem VistaDome até Águas Calientes

 

Você não vai poder subir montanhas

Segundo ponto negativo de fazer um bate volta para Machu Picchu é que você necessarimente vai ter que visitar as ruínas no segundo turno, e não terá a oportunidade de subir nenhuma montanha, de Huayna Picchu ou Montaña Machu Picchu, que só tem horários de manhã.

 

Como eu contei nesse texto sobre as montanhas, eu não acho que elas sejam essenciais para a visita a Machu Picchu, na verdade, mas se você gostaria de fazê-las, saiba que não é possível no esquema bate e volta.

 

COMO EU FIZ: O ideal é pegar um trem até Águas Calientes, pernoitar na cidade, subir Machu Picchu no dia seguinte de manhã, pernoitar novamente e ir embora no outro dia de manhã. Assim eu aproveitei com calma toda a experiência.

 

Montanhã Machu Picchu

As montanhas só podem ser trilhadas de manhã

 

Dicas para fazer o bate e volta

Mas Thaís, eu não tenho tempo de fazer essa forma, preciso que a viagem seja mais rápida.

Alternativa 1: Bem, se não rolar ficar duas noites em Águas Calientes, que tal ir embora depois de visitar Machu Picchu pela manhã? Você só dorme uma noite por lá, aproveita bem as ruínas e pega um trem de volta na parte da tarde, assim da um descanso pro seu corpo e viabiliza melhor o tempo da sua visita.

Alternativa 2: Se mesmo assim não for possível e você precisar fazer o bate e volta para Machu Picchu no mesmo dia, aqui vão algumas infos que vão te ajudar a organizar seu dia:

*Você pode guardar sua mala em um locker na estação de trem e retirar na volta quando for embora!

*Assim que chegar vá direto garantir sua passagem de ônibus para subir até as ruínas, mas não deixe de fazer um “pré almoço” na cidade, porque lá em cima só tem o restaurante do Belmond e é bem mais caro.

 

bate e volta até Machu Picchu

Ticket do ônibus e a fila de madrugada para subir cedo

 

*Já saia de Cusco com vários lanchinhos e muita água na sua mochila para se hidratar durante o dia e não perder tempo comprando isso no dia do seu bate e volta para Machu Picchu, ele vai ser corrido!

 

*Se você chegar por volta das 10:00 em Águas Calientes e conseguir subir para Machu Picchu antes de 12:00, que seria o horário do seu ticket, tente entrar mesmo asism. Alguns de vocês contaram que entraram antes do horário do ticket… vai que deixam, né?

*Use roupas confortáveis: não esqueça um bom tênis e casaco, claro!

 

DICA: Não se esqueça que você já deve ter seu ingresso para Machu Picchu comprado com antecedência, assim como as passagens de trem, já que os horários são restritos! Não deixe para cima da hora senão você pode ficar sem!

 

Huayna Picchu

As ruínas de Machu Picchu com a montanha Huayna Picchu no fundo

 

Benefícios de fazer um bate e volta

É uma opção para quem não quer deixar de visitar Machu Picchu de forma alguma e não tem muito tempo para dispor. Você também economiza a grana de passar 1 ou 2 noites em Águas Calientes, que fazem subir um pouco seu orçamento de viagem (não deixe de ler nosso post de custos).

Mas gente, não se esqueça: Você pode até fugir das noites em Águas Calientes fazendo um bate e volta para Machu Picchu, mas NÃO pode fugir das 2 noites anteriores em Cusco para aclimatar. Isso é muito sério, você vai chegar a 3.400 m de altitude e tem que dar tempo pro seu corpo se acostumar.

 

Muita gente não dá o valor necessário a aclimatação e passa mal, o que pode causar acidentes sérios, não é brincadeira. Se for para não aproveitar ou se machucar, qual o objetivo da viagem? 🤔 Entenda mais sobre os efeitos da altitude no corpo aqui.

Tendo dito tudo isso, agora você pode decidir se realmente quer fazer um bate e volta. Espero que você consiga tempo para ver Machu Picchu com calma, realmente vale a pena! 🙏

 

Você tem mais alguma dica para quem quer fazer bate e volta?

 

 

LEIA MAIS

 

*A autora viajou a Machu Picchu à convite do PROMPERU para conhecer o país, mas as opiniões aqui expostas são completamente pessoais e verdadeiras, para ajudar vocês!

Faça suas reservas aqui pelo blog

Cada vez que você reserva algo por algum link aqui do blog, recebemos uma pequena comissão que nos ajuda continuar a atualizar o conteúdo. E você, leitor, não paga nada a mais por isso! Então reserva, vai? :)

Compartilhe

Se gostou das dicas,
receba gratuitamente por email!

Tags:  , , , ,
Thaís Towersey

29 anos, “mãe” orgulhosa de dois gatos e um tanto desequilibrada (veja no Stories!) Trocou as paisagens cariocas pela vida agitada de São Paulo, que hoje ama como sua cidade natal. Apaixonada por viagens e gastronomia, está sempre procurando novos destinos para explorar e mostrar a vocês!
Ache-a no Google + e no Instagram.

Deixe seu comentário

0 Comentários:

Conta aí o que você acha! :)