seg
06 fev
2017

Já ouviu falar em Hua Hin? Conheça esse lugar da foto!

Postado por Thaís Towersey - 0 Comentários

Todo roteiro que faço para Ásia tento catar paisagens e lugares diferentes que poucos brasileiros vão, e no final de tantas pesquisas nunca lembro onde que achei 😆 Mas o que importa é que fui até a Hua Hin para ver o Khao Sam Roi Yot, um Parque Nacional tão querido, tão lindo, que não decepcionou em nada.

 

O que fazer em Hua Hin

Lindo demais!

 

Indico nos seguir no Instagram @guiamundoafora
para ver todas as fotos da nossa viagem na Tailândia e no sudeste asiático.
Você também pode procurar pela Tag #GMAnaTailandia ou #GMAnaAsia 😉

 

SOBRE HUA HIN

Hua Hin é uma cidade de praia, a 3 horas de Bangkok somente, e super destino de fim de semana dos tailandeses, assim como Pattaya. A grande diferença entre as duas cidades é que quem vai para Pattaya procura agito, e para Hua Hin quem quer sossego. Ô, lugar gostoso para relaxar, viu?

Você não vai encontrar em Hua Hin praia azuis como no sul do país (Phi Phi e etc), mas é o destino ideal para quem quer descansar um pouco, curtir uma praia e pegar um hotel silencioso. Como já expliquei no post sobre planejamento, existem épocas diferentes para viajar para cada parte da Tailândia, então se no sul for época de chuvas, você pode aproveitar praias mais perto de Bangkok.

 

Praia Hua Hin

Chegamos já anoitecendo, mas mesmo assim estava bonito!

 

Lembrando que se você fizer sua reserva através dos links parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, E VOCÊ NÃO PAGA MAIS POR ISSO, mas super me ajuda a continuar postando conteúdo GRÁTIS!

 

 

KHAO SAM ROI YOT

O motivo porque fui a Hua Hin! Cismei com esse parque e com esse templo dentro da caverna. Você faz um trilha que sobe sobe sobe, até chegar em um ponto onde há um super buraco no meio da montanha, e lá no fundo um pequeno templo, construído em 1433 😱 Em algumas épocas do ano bate um feixe de luz vindo desse buraco, que deixa o lugar ainda mais mágico!

Pra mim, o Khao Sam Roi Yot foi o principal ponto para ir em Hua Hin, apesar de não ficar propriamente na cidade. Ele está a 60km de lá, mas usamos Hua Hin como base, já que é uma cidade com mais estrutura e queríamos pegar um resort bacana para descansar.

 

Anantara Hua Hin

Sacada do meu quarto do Anantara. Não é lindo?

 

Nessa viagem eu alternei muito, paisagens bonitas com bons hotéis! 2016 foi um ano suuuper intenso pro blog, eu já tinha viajado muito, então precisava de umas férias. Indico muito esse esquema que fizemos, mas caso queiram, sei que existe um acampamento mais próximo do parque!

Saiba que nesse parque nacional não há somente a atração principal do templo no buraco (ela se chama Phraya Nakorn Cave), mas também praias, trilhas e outras paisagens muito lindas. Eu fui em uma dia chuvoso, pegamos um pequeno temporal na trilha, inclusive, então as cores do lugar não estavam tão intensas. Mas dê uma olhada nesse site em inglês que fala mais sobre o parque e com fotos de dia claro.

 

COMO CHEGAR NO KHAO SAM ROI YOT

Bem, como já dito, estávamos dormindo em Hua Hin, mais especifícamente no Anantara, um hotel mais que perfeito e cheio de verde. Ele já é uma atração por si só e foi outro motivo que me animou muito de ir a Hua Hin.

Não há transporte público que te leve até o parque, então alugamos uma motinho no centro de Hua Hin e seguimos para lá. Falei mais sobre transporte na Tailândia nesse texto, mas saiba que com uma habilitação internacional ninguém encrenca com turista alugando moto por lá. Pegamos a moto mais ridícula da Tailândia (sério!) e fomos firmes e fortes! E como o combustível é baratooo!

 

moto para rodar dentro da Tailândia

Alugamos a moto mais ridícula da Tailândia… hahaha

 

Demoramos em torno de 40 min a 1h para chegar lá, na motinho super rápida (#not), mas também fomos dirigindo com segurança e sempre no cantinho. Há placas direcionando direto para a melhor entrada da Phraya Nakorn Cave. O parque é enooooorme e se você pretende visitar outras atrações, só indo de carro ou moto mesmo de um ponto ao outro.

 

Khao Sam Roi Yot

Entrada onde começa a trilha!

 

Pois bem, pagamos a entrada de 200 Baht (R$20,00) e tínhamos que escolher se fazíamos a trilha a pé, ou se cortavamos caminho com um barquinho, que também custava 200 Baht. Fomos a pé pra fazer exercício e é de boa…. mais ou menos 1km só! indico até ir a pé, pois a vista lá do topo é bem bonita!

 

trilha do Khao Sam Roi Yot

Vista durante a trilha. Imagine em um dia de sol!

 

Chegando na praia onde o barquinho te deixaria que começa real a trilha. A subida começa a ficar um pouco intensa, e o solo é cheio de pedras e bem escorregadio. Vá com um tênis confortável e com antiderrapante, mas também não precisa de nada especializado em trilha não.

 

Demoramos umas 4 horas no processo todo de subir, tirar fotos e descer, sem contar com o deslocamento até lá.

 

Na volta resolvi pegar o barquinho, porque não queríamos voltar de moto anoitecendo para Hua Hin. E foi gostosinho 🙂 Me arrependi de não ter voltado outro dia para o parque, mas como o hotel que estávamos era muito legal, acabei relaxando, fazendo aula de Muay Thai e curtindo outras atividades.

 

barco Khao Sam Roi Yot

Voltando de barco..

 

KUI BURI NATIONAL PARK

Esse Parque Nacional fica pertinho do anterior, e você também pode usar Hua Hin como base. A atração principal são elefantes! Mas não elefantes que você dá banho e interaje não, mas soltos, em seu habit natural, como se vê na África.

Você inclusive precisa de um guia com carro especializado para entrar no parque, que parece que pode ser contratado na entrada. Leia mais sobre nesse site. Por que eu não fui lá? Sinceramente não sei… se arrependimento matasse! Estava na minha programação. Mas às vezes a preguiça bate até nos blogueiros de viagem, acredite. Mas fica um bom motivo para voltar 🙂

 

Khao Sam Roi Yot

Mais do Khao Sam Roi Yot

 

Thaís, você foi até Hua Hin só para ver esse parque? Sim, eu fui, e valeu cada segundo! Fora que comi super bem na cidade, fiz massagem tailandesa, e relaxei como nunca! Em breve vou contar sobre as comidinhas de lá. Agora me diz, vale ou não vale a pena?

 

Khao Sam Roi Yot Hua Hin

Vale ou não vale a pena?

Se eu fosse você pensaria muito sério em incluir em seu roteiro. Vai por mim!

 

 

LEIA MAIS

Faça suas reservas aqui pelo blog

Cada vez que você reserva algo por algum link aqui do blog, recebemos uma pequena comissão que nos ajuda continuar a atualizar o conteúdo. E você, leitor, não paga nada a mais por isso! Então reserva, vai? :)

Compartilhe

Se gostou das dicas,
receba gratuitamente por email!

Tags:  , , , , , , , , , ,
Thaís Towersey
29 anos, "mãe" orgulhosa de dois gatos e um tanto desequilibrada (veja no Stories!) Trocou as paisagens cariocas pela vida agitada de São Paulo, que hoje ama como sua cidade natal. Apaixonada por viagens e gastronomia, está sempre procurando novos destinos para explorar e mostrar a vocês! Ache-a no Google + e no Instagram.
Deixe seu comentário

0 Comentários:

Conta aí o que você acha! :)