ter
24 jan
2017

5 Templos em Bangkok em apenas 1 dia

Postado por Milzara - 2 Comentários

Escolher quais templos em Bangkok visitar deu trabalho. Existem diversos templos belíssimos espalhados pela cidade e eu tinha apenas 1 dia para me dedicar a essa visita. Depois de ler sobre várias opções, depois de muitas informações desencontradas, ainda ocorreu de o Rei da Tailândia falecer e, por conta do luto, vários pontos turísticos estarem fechados.

 

Templos em Bangkok

Entrada do Wat Traimit.

 

Com tudo isso, fiz um ranking de quais foram os templos mais visitados nos últimos tempos e cheguei ao seguinte resultado para um tour de 1 dia:

 

1. WAT TRAIMIT OU TEMPLO DO BUDA DE OURO

O Templo do Buda de Ouro é um dos templos de Bangkok. É bem pequeno e um dos lugares que eu encontrei a paz na Tailândia. O que pode ter influenciado essa sensação é por ter sido um dos templos mais vazios que eu visitei. Pude sentar, relaxar e fazer uma prece. Aqui tive a visão de um dos Budas que mais me impressionou na vida! É simplesmente a maior estátua de ouro maciço do mundo com cerca de 3 metros de altura e 5,5 toneladas.

 

Templo do Buda de Ouro em Bangkok

Buda de Ouro visto por trás e toda a beleza do teto do Wat Traimit.

 

WOWWW bem grandão para ele! A história conta que esse buda permaneceu em segredo por mais de 200 anos ao ser recoberto por gesso e camadas de tinta dourada, para evitar que fosse saqueado pelos birmaneses. Apenas em 1955 quando decidiram transportar a imagem para o Wat Traimit é que uma dessas camadas de gesso se soltou e revelou o tesouro que escondia.

 

Templos em Bangkok

Mini budas para dar um toque especial.

 

Wat Traimit ou Templo do Buda de Ouro
Horário de funcionamento: 8am – 5pm
Valor: 50 Bahts (R$5,00)

 

2. WAT BENCHAMABOPHIT 

Um templo que foi construído em Mármore Branco de Carrara diretamente da Itália para o irmão do rei. Esse é um dos templos em Bangkok que chama muita a atenção pela sua arquitetura tailandesa moderna e a disposição de seu telhado avermelhado. No pátio, podem ser observadas diversas estátuas de Buda em diferentes posições/estilos (sempre trazendo a sua respectiva explicação).

 

Templos em Bangkok

Wat Benchamabophit.

 

Lembrando que se você fizer sua reserva através dos links parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, E VOCÊ NÃO PAGA MAIS POR ISSO, mas super me ajuda a continuar postando conteúdo GRÁTIS!

 

Templos em Bangkok

Guardiões das entradas.

 

Depois de uma longa viagem e de tantos templos, eu já estava cansada de tanto Buda, mas esse foi o primeiro templo que explicou as posições, que me fez compreender seus significados. Essa experiência já valeu a visita!

 

Templos em Bangkok

Hall dos budas em diferentes posições/estilos.

 

Na parte interna do complexo, pude apreciar um gigantesco Buda dourado em um fundo azul que transcende tranquilidade. Diversos tailandeses estavam ali para fazer suas preces diárias. Muito amor por esse lugar!

 

Templos em Bangkok

Parte interna do Templo de Mármore.

 

Templo de Mármore
Horário de funcionamento: 8am – 6pm
Valor: 20 Bahts (R$2,00)

 

3. WAT PHRA KAEW (Templo do Buda de Esmeralda) E GRAND PALACE 

O Grand Palace é uma atração à parte de Bangkok e provavelmente o ponto turístico mais visitado de toda a Tailândia. Seu complexo é sagrado e já foi residência Real até o ano de 1925. Hoje serve como sede de algumas cerimônias Reais e abriga diversas belezas imperdíveis em seu roteiro de templos em Bangkok.

 

Corredor do Templo do Buda de Esmeralda.

 

É dividido em 3 zonas principais: Outer Court (casa dos oficiais reais, prédio públicos e o Templo do Buda de Esmeralda), Middle Court (onde as residencias e prédios mais importantes se encontram) e Inner Court (exclusivamente reservado ao rei e a sua rainha).

 

Templo do Buda de Esmeralda

Detalhes e mais detalhes por todo o templo.

 

A sua atração principal é, sem dúvida, o Templo do Buda de Esmeralda que é um dos templos mais sagrados de toda a Tailândia. Riquíssimo em detalhes, cores e significados. O Buda deste templo está na posição de meditação e foi esculpido em um único bloco de jade (não em esmeralda como o nome sugere). Infelizmente não pode ser fotografado e mesmo que pudesse, uma imagem não consegue traduzir toda a beleza deste Buda. Se perca por este lugar e por suas galerias!

 

Templos em Bangkok

Suas cores e significados.

 

Templos em Bangkok

Mais uma vista do Grand Palace.

 

Ao redor do Grand Palace você pode ser abordado por pessoas que dirão que o templo está fechado e proporão um passeio alternativo de Tuk Tuk. NÃO caia nessa! Vá conferir por você mesmo se o templo está fechado ou não. Essas pessoas não vão te roubar nem nada, mas vão acabar te levando em lojas para que elas ganhem comissão a cada novo cliente.

 

Templo do Buda de Esmeralda

Mais do Grand Palace para vocês.

 

Templos em Bangkok

Belíssima composição.

 

Templo do Buda de Esmeralda e Grand Palace
Horário de funcionamento: 8:30am – 3:30pm
Valor: 500 Bahts (R$50,00)

 

4. WAT PHO OU TEMPLO DO BUDA RECLINADO

Os muros desse templo ficam do outro lado da rua dos muros do Grand Palace. Se você já está ali do lado, não deixe de ir a mais um dos magníficos templos em Bangkok. O templo na verdade é um complexo com diversas construções onde em um de seus aposentos você se deparará com o Buda Reclinado que tem cerca de 45 metros de comprimento e é todo recoberto em ouro.

 

Templos em Bangkok

É muita riqueza para um buda só.

 

Templos em Bangkok

Buda Reclinado.

 

Apesar dessa grandiosidade, o espaço é pequeno, cheio de gente. Para você conseguir uma boa foto do Buda você vai ter de se enfiar em uns buracos e ficar todo torto para encaixar tudo em sua lente. E mesmo assim, a sua imagem não conseguirá refletir o quão grande é. Este complexo também serve como túmulo de reis e pessoas importantes, as chamadas estupas, onde são depositadas as cinzas dessas pessoas.

 

Templo do buda reclinado

Todos os seus 45 metros.

 

Templo do buda reclinado

Estupas.

 

Templo do buda reclinado

Monja em um momento de contemplação.

 

Wat Pho ou Templo do Buda Reclinado
Horário de funcionamento: 8:30am – 6:30pm
Valor: 100 Bahts (R$10,00)

 

5. WAT ARUN

O Wat Arun fica as margens do rio Chao Phraya. Você deve presenciar um amanhecer ou um entardecer neste templo, caso você dê sorte, presenciará um espetáculo de cores com o templo ao fundo. O templo é revestido com porcelana, conchas e apresenta cores mais sóbrias em relação aos outros templos em Bangkok visitados.

Infelizmente, ele estava passando por reformas durante a minha visita e não pude entrar ou subir sua escadaria super inclinada para ter uma melhor dimensão deste templo. Espero que você tenha mais sorte que eu!

 

Wat Arun ou Templo do Amanhecer
Horário de funcionamento: 8am – 6pm
Valor: 50 Bahts (R$5,00)

 

Templos em Bangkok

 

 

COMO VISITAR OS 5 TEMPLOS EM BANGKOK

A sequência acima elencada segue a ordem que eu sugiro que as visitas sejam feitas para que você visite os templos em Bangkok que se encontram em uma região próxima e para que você chegue ao Wat Arun ao pôr do sol para presenciar mais esse espetáculo.

 

Visite os templos com algum calçado fácil de tirar e calçar novamente, porque a cada visita você deverá tirar para adentrar aos recintos sagrados. Logo, não faça como eu que fui de tênis, ficava meia hora para conseguir calçar e sem contar que o destino da meia depois de tudo isso foi o lixo.

 

Visitando templos em Bangkok

Meu tênis que deu trabalho!

 

 

Atenção com as roupas: sempre cobrir ao menos os joelhos e ombros. Em alguns lugares você pode até ser barrado de entrar e ter de alugar uma vestimenta, no Grand Palace uma pashmina não é suficiente, por exemplo.

 

 

Fique sempre de olho nos batedores de carteira ao visitar os templos, nada para assustar vocês! Só que às vezes nos distraímos tirando fotos nos templos em Bangkok ou apreciando o lugar e esquecemos desses pequenos detalhes.

 

Templos em Bangkok

Wat Benchamabophit sendo lindo!

 

PROTETOR DOS VIAJANTES EM AÇÃO!

Sempre acontecem coisas inesperadas ao longo das viagens que a gente fica boquiaberto e sem acreditar. Estava eu caminhando em direção ao Grand Palace e eu já tinha lido que ele estaria fechado por conta das cerimônias de luto pela morte do Rei. Nas ruas perguntei a guardas que reafirmaram que o templo estaria fechado!

Apesar de todas as negativas, fiquei com aquela pulga atrás da orelha, que não me deixou sossegar. Arrisquei ir até a entrada no Grand Palace só para tirar fotos. A entrada estava aberta e perguntei a um guarda se o Grand Palace poderia ser visitado. Ele respondeu que não, mas que eu poderia entrar e tirar fotos pelo lado de fora. Aproveitei e caí para dentro, já estava indo além do que eu havia esperado.

 

Templo do Buda de Esmeralda.

 

Cheguei na entrada oficial do complexo e estava liberada também. Pensei: que sorte a minha! Caminhei pelas galerias do Grand Palace praticamente SOZINHA (feito quase impossível porque sempre é lotado), mas o Wat Phra Kaew (Templo do Buda de Esmeralda) realmente estava fechado. Resolvi sentar a uma sombra para descansar. Eis que surge um guardinha do nada, abre as portas do Wat Phra Kaew e me convida para entrar!

Oiiiiiiiiiii? Estava eu, sozinha, no templo mais sagrado da Tailândia todinho para mim. Foi muita emoção, certos encontros têm de acontecer mesmo, têm de ficar marcado na memória para que possamos carregar toda aquela energia e paz para o resto de nossas vidas. Palavras não são suficientes para descrever a emoção! Espero que um dia vocês possam ter uma experiência incrível como a minha em um Templo Budista, vocês nunca mais irão esquecer. E sabe de uma coisa? Saiu tudo de graça.

 

Para saber mais sobre a Tailândia, podem acessar o meu blog www.amilnaestrada.com.br ou me seguir no Instagram  @amilnaestrada porque sempre tem novidade na área!

 

LEIA MAIS

Faça suas reservas aqui pelo blog

Cada vez que você reserva algo por algum link aqui do blog, recebemos uma pequena comissão que nos ajuda continuar a atualizar o conteúdo. E você, leitor, não paga nada a mais por isso! Então reserva, vai? :)

Compartilhe

Se gostou das dicas,
receba gratuitamente por email!

Tags:  , , , , , ,
Milzara
Engenheira por formação, mas ser viajante é a sua vocação. Desde pequena viaja por esse Brasil a fora com seus pais e na primeira oportunidade que teve caiu no Mundo para estrear o passaporte. Depois disso, acho que já deu para perceber, não parou mais. Sou a Milzara e meu blog tem o nome de “A Mil na estrada” para criar o trocadilho entre viagens e meu nome, todos me chamam de “Mil”. Também estou no Instagram e Facebook!
Deixe seu comentário

2 Comentários:

  1. Lily Pestana08/02/2017

    Adorei a matéria! Linda, cheia de emoção e riquíssima em informações bem úteis!
    Parabéns!
    beijo grande,
    Lily Pestana
    Apaixonados por Viagens

    Responder
    • Milzara09/02/2017

      Olá, Lily.
      Que bom que o nosso post te tocou de alguma forma, esses templos têm algo de especial!
      Grande beijo, Milzara.

      Responder

Conta aí o que você acha! :)